A publicidade viajandona

Por aqui temos uns publicitários do c… Eles devem fumar um quando inventam suas frases de impacto e devem colocar sonífero no copo do cliente na hora da aprovação. Há três situações que mais chamam minha atenção. A mais recente é um pusta outdoor de um restaurante com nome de uma espécie de palmeira que criou o seguinte: feed you soul. Que catzo é isso? Vivemos em BC, um reduto turístico onde a média diária de gasto é de 84 reais (fonte: prefeito ERD). Esse inglesismo gratuito me irrita. Outra também meio recente é o tal verticalizando horizontes. Vixe! Analisemos de forma sóbria (sem nada na cabeça), como é possível verticalizar horizontes. Decidam-se é vertical ou horizontal a bagaça? Por fim, outra da construção civil, esta mais antiguinha que dei muita risada. É o construindo conceito. Lembro que, na época, veio a troupe do Terça Insana, num stand up, no Cine Itália, e a primeira piada de uma das humoristas foi que ela entendeu o slogan. O conceito construído é da sombra na areia da praia e prédios colados um no outro. Pois é. A publicidade é tudo. Ou nada.

2 comentários sobre “A publicidade viajandona

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *