Algemados, sem poder conversar e banho frio

Acompanhei a movimentação dos chamados mensaleiros se entregando. José Genoíno e Zé Dirceu vibraram para meia dúzia de gatos pingados, aposto, de pessoas devidamente empregadas no aparelho estatal. Aí comentei com um amigo que queria ser uma mosca para acompanhar o voo de corrupção. Todos juntos, os “presos políticos” e os executivos operacionais do esquema. Aí leio que eles foram proibidos de conversar. Putz… perdeu a graça. Não queria mais ser a mosca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *