“Eles querem a ficção, não querem a realidade”

As agências de publicidade e seus clientes ainda não entenderam o espírito da coisa. Enquanto eles estufam nossas telinhas de ufanismo, seus consumidores, a população, enxergam a Copa do Mundo que se aproxima de outra maneira. O futebol é paixão do povo até que inventam de fazer a Copa no Brasil e gastam bilhões e bilhões, enquanto a população está carente de tudo: saúde, educação, segurança, mobilidade urbana… esse ufanismo é burro, não atinge seu real objetivo: o consumo. Recentemente foi proposta uma exposição de fotografias alusivas a Copa. Tentamos fotojornalismo, mas, por questões técnicas, não foi possível. Propomos então um ensaio inédito realizado pelo fotógrafo carioca Daniel Farjoun. Ele fez uma enquete junto a população carioca através de retratos de muito bom gosto e o que aconteceu? O shopps não aceitou. Daí o comentário que é título da nota. A publicidade e sua capacidade em vender ficção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *