Menores vítimas, mas bandidos

Todos sabem que vivemos em uma sociedade no volume morto (usando Lula). O Estado negligente não cumpre com suas funções; a instituições em geral, idem; a educação é uma droga; a classe política é corrupta; as famílias esfaceladas, enfim… acreditar que crianças marginalizadas que postam fotos com fortes armamentos e matam sem dó nem piedade possam, por lei, serem reabilitados soa cretinice. A patrulha pode me chamar de tudo, porque quando você assume uma posição logo é rotulado. Mas não me importa. Seria lindo se fosse tudo uma verdade, mas tudo é uma grande mentira. Nada vai acontecer. Os jovens armados comemoram mais esta conquista: a impunidade. Uma salva de tiros.

Um comentário sobre “Menores vítimas, mas bandidos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *