Arquivo da tag: Piriquito

Piriquito atropelou os tucanos

O candidato Piriquito volta a ser o prefeito ERD a partir do dia 1 de janeiro depois da surra imposta a candidatura tucana com mais de 15 mil votos de diferença. Ainda há pouco, a prefeito reeleito concedeu entrevista a Menina FM. Emocionado, agradeceu a população que acreditou, afirmou desapego ao poder, creditando todo esse seu êxito político a Jesus e criticou a oposição. Este segundo mandato será ainda mais tranquilo politicamente, já que a composição da Câmara que se anuncia é uma ampla maioria. Será um legislativo abonador. Para resumir, a surra reafirma Edson Renato Dias como a maior expressão política de BC nos últimos 10 anos. Para o desespero dos tucanos. A foto é de Lucas Correia

Eterno prejudicado saiu na Veja

Os assessores do candidato Piriquito estão vendo fantasmas em tudo. Tudo prejudica a imagem do candidato. Agora foi a vez do YouTube. A juíza deferiu o pedido. Se queriam notícia nacional, tiveram. Saiu no Radar, da Veja, assinado por Lauro Jardim. Veja. Bem na opinião, veja bem, na miiiinha opinião, esta bateria de representações que entulham as meses da promotoria e do juiz eleitoral é estratégia de para cercear a livre expressão. Se é que ainda posso ter opinião nesta cidade.

Prefeito ERD não confia em ninguém com mais de 30 anos

Lembra da muquisinha dos irmãos Valle, Marcos e Paulo Sérgio? Bem, a mensagem da canção serviu como uma luva para o prefeito ERD, nestas alturas candidato Piriquito. Ele indisponibilizou todos os celulares públicos de seus cargos de confiança. Bem, confiança é modo de dizer. Na verdade, o prefeito ERD está cercado de pessoas que ele não confia e, para garantir a candidatura de Piriquito, ele se previne. Gato escaldado tem medo de água, como diria o ditado.

Imortais revelam seu lado mortal e fazem campanha para o candidato Piriquito

Os imortais da Academia de Letras de BC homenagearam o prefeito ERD sob o argumento de ter assinado a melhor lei de incentivo a cultura como nunca antes na história da sociedade contemporânea. O prefeito ERD sempre foi um ausente quando o assunto é cultura. Empurra de barriga um teatro, desmantelou tudo que foi construído no setor (que não foi muito), esfarelou a comissão de cultura, tudo foi centralizado no gosto do ex-superintendente da Fundação, enfim, foram quatro anos de uma fundação que mais parecia um departamento. E os imortais se calaram. Preferiram condecorá-lo numa demonstração que os imortais também têm seu interesses de mortais.